Jazz FR/BR 2019

3ª edição do Festival fecha a rua em frente à Aliança Francesa e promove um concurso para as bandas que desejam se apresentar no palco da rua

SINOPSE

A Aliança Francesa de São Paulo organiza o JAZZ FR|BR com o objetivo de cruzar visões e conhecimentos de músicos brasileiros e franceses, referências nos meios musicais em que atuam.
3ª edição do Festival fecha a rua em frente à Aliança Francesa e promove um concurso para as bandas que desejam se apresentar no palco da rua!

Programação 20 de novembro de 2019
14h às 21h
Gratuito

Bandas
14h15 – 15h (hall) Odara Kadiegi Miranda DJ – (Br)
14h30 – 15h30 (rua) Caio Chiarini e a Contrabanda
15h00 – 15h50 (teatro) Quartabê
16h15 – 17h (hall) Odara Kadiegi Miranda DJ – (Br)
16h30 – 17h30 (rua) Luíza Strufaldi Quarteto
17h00 – 17h50 (teatro) Remi Panossian Trio (Fr)
18h15 – 19h (hall) Odara Kadiegi Miranda DJ – (Br)
18h30 – 19h30 (rua) Jací Sambô
19h00 – 20h00 (teatro) Fábio Peron Quarteto (Br)

RUA
Foodtrucks / BIke
Arepas Picatta SP – comida venezuelana
Le Blé D’or FoodTruck – French street food
Do Chef Creperia Food Truck
Morrones – vegburger

HALL
Sebo Clepsidra
Casa Elefante (vinil)
Firoco Drinks
Pâtisserie Douce France

 

jodara6

DJ – Odara Kadieji (Br) / HALL / 14h15 – 15h | 16h15-17h | 18h15-19h

Filha de mãe  angolana e pai carioca, seus sets transitam entre as sonoridades tropicais e a bases são música  brasileira , africana e música latina. Musicalidade sem fronteiras mesclando sons clássicos e obscuros com a modernidade em seus diversos ritmos.

 

ilana-bar_quartabe_dorival_11431-menor

Quartabê / TEATRO / 15h-15h50

Para além da sonoridade, marcada pelas diversas referências do grupo – da vanguarda paulista à improvisação livre, passando pelo pop e a música eletrônica – a Quartabê também se destaca pela formação composta majoritariamente por mulheres, que além de instrumentistas são também arranjadoras, compositoras, cantoras e improvisadoras.

 

panossian-menor

Trio Panossian (Fr) / TEATRO / 17h-17h50

O trio francês comandado pelo pianista de jazz, arejado e elegante, Rémi Panossian, acompanhado por Maxime Delporte no contrabaixo e Frédéric Petitprez, na bateria, oferece um jazz híbrido, ao qual os três cúmplices adicionam as melodias do pop, a energia bruta do rock ou o groove rítmico e explosivo.

 

fabio-peron

Fabio Peron Quarteto (Br) / TEATRO / 19h-19h50

Ao lado de Carlinhos Noronha (contrabaixo), Guilherme Fanti (violão) e Fernando Amaro (bateria), Peron apresenta tanto composições inéditas quanto outras obras de sua autoria já registradas em alguns dos seus álbuns, bem como releituras de temas consagrados do repertório de samba, choro, baião e instrumental. Numa junção de harmonias rebuscadas com suingue tipicamente brasileiro, o jovem bandolinista comanda um show para todos os públicos.

 

Caio Chiarini e a Contrabanda / 14h30 – 15h30 (rua)

Caio Chiarini e a Contrabanda é o projeto solo do guitarrista, violonista e compositor Caio Chiarini, acompanhado por Alisson Amador (vibrafone), Victor Gagete (contrabaixo) e Arnaldo Nardo (bateria). É um grupo de música instrumental brasileira autoral que atualmente se dedica à finalização do seu primeiro disco com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2019.

 

Luíza Strufaldi Quarteto / 16h30 – 17h30 (rua)

Quarteto que leva o nome da cantora/compositora: Luíza Strufaldi, formado por Guilherme Hoss na guitarra, Ingrid Cavalcanti no baixo e Andressa Pezzuol na bateria. Adentra o jazz e suas vertentes, trazendo as diferentes expressões do estilo (tanto vibrantes como melancólicas) e sua marcante linguagem de improviso/scat singing.

 

Jací Sambô / 18h30 – 19h30 (rua)

Jací Sambô trabalha influências da linguagem improvisada do Jazz e do samba, com enfoque nos ritmos afro-brasileiros. O trio propõe releituras instrumentais de canções brasileiras, dos clássicos e dos menos clássicos, sempre com sotaque próprio. O som é orgânico: a bateria é o coração que bate, o saxofone é a voz que vibra, o violão é a pele que envolve. O repertório do grupo conta com músicas escritas por compositores e popularizadas por intérpretes e arranjadores como Elizeth Cardoso, Elis Regina, Baden Powell, Moacir Santos, Djavan, Stan Getz, Paul Desmond, Mario Adnet, etc. Algumas composições próprias também fazem parte do repertório do grupo, que procura uma estética moderna e ao mesmo tempo fiel às suas raízes e influências.

 

SERVIÇO

JAZZ FR/BR
Data: quarta-feira, 20 de novembro (feriado da Consciência Negra)
Horário: das 14h às 21h
Classificação Livre
Gratuito – para os shows dentro do Teatro é necessário retirar os ingressos 1h antes do show, no próprio local – limitado a 1 ingresso por pessoa
Local: Teatro Aliança Francesa
Rua General Jardim, 182 (metrô República)

INGRESSOS

Evento Gratuito, entrada livre.
Retirada de ingressos 1h antes (de cada show) na bilheteria do Teatro, no dia do evento.
Limitado a 1 ingresso por pessoa e sujeito a lotação da casa.
Local: Teatro Aliança Francesa
Rua General Jardim, 182 (próx. Metrô República)