encontro-acessibilidade-tela-espera-3

Debate Acessibilidade nas Artes Cênicas e no Audiovisual

Terceiro encontro de uma série de três encontros virtuais que debatem a acessibilidade nas políticas públicas, artes visuais, artes cênicas, audiovisual e tecnologia. A abertura de cada evento traz sempre um artista PcD. Esse terceiro encontro integra o festival sem barreiras.

SINOPSE

Aliança Francesa de São Paulo e Cultura e Mercado discutem acessibilidade nas artes em lives no Youtube.

Acessibilidade é questão de extrema importância em todas as camadas da sociedade e na cultura não é diferente.

Para refletir sobre o assunto, o Aliança Francesa de São Paulo e o Cultura e Mercado realizam o evento Acessibilidade, Cultura e Arte com curadoria de João Kulcsár.

Essa é uma série de três encontros no canal do Youtube do Cultura e Mercado que vai debater questões sobre acessibilidade nos campos da arte envolvendo ações e instituições culturais, legislações empregadas, entre outros temas.

As lives acontecem sempre às 17h .

 

A Live dessa semana conta com o tema de Acessibilidade nas Artes Cênicas e no Audiovisual com os debatedores Moira Braga,Livia Mota e Luis Henrique Mauch

 

Os eventos contarão com tradução simultânea (Libras) e permitirão participação com perguntas do público pelo chat do Youtube, bem como será disponibilizado um link whatsapp para quem desejar enviar as questões por lá.

Este último recurso tem o objetivo de facilitar a participação de alguns PcD que preferem envio de mensagem vocal, por exemplo.

 

Sobre o Festival Sem Barreiras :

Festival de Acessibilidade e Artistas com Deficiência, que, neste ano, será realizado de 7 a 13 de dezembro, de forma totalmente virtual.

Trata-se de projeto da Prefeitura de São Paulo, criado pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), em parceria com a Secretaria Municipal da Cultura (SMC) e apoio e participação das principais instituições culturais da cidade.

O objetivo primordial desta ação é promover o protagonismo da pessoa com deficiência em duas dimensões, na prática, abrindo espaço para artistas com deficiência se apresentarem e mostrarem seu talento, bem como, conceitualmente, transmitindo a todas as pessoas com deficiência mensagem de empoderamento.

Sobre os debatedores:

Moira Braga – atriz, bailarina, performer, jornalista e consultora de audiodescrição em conteúdos artísticos.
Pós graduada em Corpo, Diferenças e Educação pela faculdade Angel Viana. Nesta mesma instituição é professora da disciplina introdução à metodologia Angel Viana no curso técnico de bailarino contemporâneo. De 2017 a 2020, foi consultora e instrutora de audiodescrição na Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto.
Trabalhos artísticos mais recentes – em 2019 publicou o livro e audiolivro Ventaneira A cidade das flautas.  Dirigiu o espetáculo Ventaneira para a apresentação na mostra de arte singular, na arena Chacrinha. Orientou e dirigiu o espetáculo “a língua da vértebra“ apresentado pelas formandas do curso técnico de bailarino contemporâneo nos teatros Angel Viana e Cacilda Becker. Apresentou a performance “ o que você vê?“ No Centro Cultural Banco do Brasil como parte da programação do festival assim vivemos. Em 2020 apresentou a oficina performatica “ o que você vê? “ No Festival de verão da casa Firjan. Ministrou workshop “ Percepção de um corpo sensível para a prática do movimento“ on-line, pelo Centro Cultural de São Paulo. Participou do projeto Identidades, realizado pela palavra Z produções, como mediadora de entrevistas com artistas com deficiência.

Lívia Motta  – audiodescritora e formadora de audiodescritores desde 2004 com mestrado e doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC de São Paulo. Fez parte de seu doutorado na Universidade de Birmingham, Reino Unido.  Coordena a VER COM PALAVRAS que presta serviços de audiodescrição para os mais diversos tipos de espetáculos, eventos, produtos audiovisuais e editoriais. Publicou os livros: AUDIODESCRIÇÃO: TRANSFORMANDO IMAGENS EM PALAVRAS e AUDIODESCRIÇÃO NA ESCOLA: ABRINDO CAMINHOS PARA LEITURA DE MUNDO.

Luis Henrique Mauch – Administrador de Empresas, Especialista em Acessibilidade e Tecnologias Assistivas. É fundador da Associação Mais Diferenças e Ktalise Tecnologias, com  mais de 15 anos de atuação junto a inclusão de pessoas com deficiência, tendo se especializado principalmente para o mercado de educação e cultura. Possui experiência em projetos de acessibilidade e inclusão para empresas, governos, fundações e organismos internacionais. Introduziu no Brasil uma séria de aplicativos para inclusão como Whatscine, GoAll, A-check, Musea e Beplay. Foi curador do Festival Sem Barreiras. Conferencista nacional e internacional, é consultor para as Américas da UIT – União Internacional de Telecomunicações.

 

 

SERVIÇO

Ciclo “acessibilidade, cultura e arte”, no dia 09/12 às 17h

Quarta dia 9/12 às 17h debate Acessibilidade nas artes cênicas e no audiovisual

Com Livia Motta (Ver com palavras), Moira Braga (atriz e bailarina) e Luís Mauch (Mais Diferenças), mediação de João Kulcsár.

Abertura: performance de Moira Braga

Gratuito no canal youtube do Cultura e Mercado

As perguntas podem ser enviadas direto no chat do Youtube durante o evento ou via whatsapp (mensagem de áudio) pelo link:

https://chat.whatsapp.com/Fb60m3PoMBv8OflzjKjd3i

INGRESSOS

Gratuito no canal youtube do Cultura e Mercado 

As perguntas podem ser enviadas direto no chat do Youtube durante o evento ou via whatsapp (mensagem de áudio) pelo link:

https://chat.whatsapp.com/Fb60m3PoMBv8OflzjKjd3i